É greve geral! Praça Mauá, em Santos, reúne diversas categorias em uma grande mobilização

Contra a retirada de direitos – muitos deles historicamente conquistados – imposta pelo governo de Michel Temer (PMDB), trabalhadores da Baixada Santista, Capital e Litoral Norte aderiram sexta-feira, 28 de abril, à greve geral, paralisando as atividades em indignação aos projetos como o desmonte da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização total e irrestrita.

Na Baixada Santista a concentração foi na Praça Mauá, em Santos, que reuniu diversas categorias, entre elas os servidores do Judiciário Estadual, em uma grande mobilização. Em apoio à coordenação da paralisação esteve a Frente Sindical Classista da Baixada Santista, coletivo de entidades que desenvolvem em unidade a luta dos trabalhadores na região, da qual Assojubs e Sintrajus fazem parte.

Na sequência, uma passeata se deu pelas ruas do Centro e o encerramento foi nas escadarias do Palácio da Justiça, no Fórum Estadual.

Fotos

Clique para ampliar