Assojubs e Sintrajus participam da Abertura do Ano Judiciário; dirigentes solicitam aos juízes asses

🔊 Clique para ouvir o texto

A Assojubs e o Sintrajus estiveram na Abertura do Ano Judiciário, posse do Conselho Superior da Magistratura (CSM) e da diretoria da Escola Paulista da Magistratura (EPM) para o biênio 2020/2021, solenidade ocorrida na manhã desta terça-feira, 4 de fevereiro, no Salão dos Passos Perdidos do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).

Além do novo presidente do TJ-SP, desembargador Geraldo Francisco Pinheiro Franco, participaram do evento o governador João Doria (PSDB), Dias Toffoli e Alexandre de Moraes, ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), Cauê Macris, presidente da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp), Caio Augusto Silva dos Santos, presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seção São Paulo, Gianpaolo Poggio Smanio, procurador-geral de Justiça do Estado de São Paulo, entre outras autoridades.

Em seu discurso, Pinheiro Franco ressaltou que é preciso investir no crescimento do Judiciário para que seu papel constitucional seja cumprido. Também falou em valorizar a instituição e planejar estratégias na área de Recursos Humanos, citando os magistrados e servidores, homens e mulheres sérios, primordiais, e a quem deve absoluto respeito.

Ao final da cerimônia, Regina Helena Assis e Thiago Heldo Pitombeira Júnior, presidente e secretário geral da Assojubs, juntamente com Michel Iorio Gonçalves, coordenador do Sintrajus, tiveram um breve encontro com Alexandre Andretta dos Santos e Carlos Eduardo Lora Franco, juízes assessores da área de Recursos Humanos dessa nova gestão, e solicitaram uma atenção aos servidores com filhos especiais que deixam de receber o auxílio creche quando se aposentam.

Os dirigentes apresentaram aos juízes assessores uma das associadas da Assojubs que está inserida nesse contexto, Edna Figueiredo, e explicaram que o valor retirado após a aposentadoria faz diferença nos cuidados diários dela com a filha especial. Andretta e Lora Franco ouviram os argumentos e informaram que vão avaliar a situação, pois assumiram seus postos recentemente.

A Assojubs e o Sintrajus se comprometeram a fazer um levantamento na Baixada Santista sobre esses casos e encaminhar aos juízes assessores, que foram receptivos à demanda disposta pelos dirigentes.

Na sequência, a presidente da Assojubs e a aposentada cumprimentaram Geraldo Francisco Pinheiro Franco pela posse. Regina Helena Assis desejou um bom trabalho frente ao Tribunal de Justiça e ressaltou ao desembargador que não se esqueça dos servidores.