Assojubs promove reunião do Núcleo dos Escreventes sobre a valorização da carreira

Na noite desta quarta-feira, 22 de junho, no Auditório da Assojubs Santos, foi realizada a reunião do Núcleo dos Escreventes da associação, cujo foco foi debater acerca da valorização da carreira, que concentra o maior número de servidores dentro do Tribunal de Justiça (TJ-SP), cerca de 31 mil funcionários em atividade.

22.6_reuniao_escreventes

Foi discutido pelos presentes sobre a implementação do nível universitário aos escreventes, minuta já apresentada pela Assojubs para o TJ-SP em abril do ano passado, o acesso aos cargos comissionados por meio de critérios objetivos e não subjetivos, como acontece atualmente, e o preenchimento dos cargos de assistentes jurídicos de 2ª Instância, sem vínculos efetivos, para que sejam ocupados por servidores concursados.

Questões gerais como a complementação do percentual de reposição salarial, de 4%, devida pelo Tribunal também foram tratadas, bem como o desenvolvimento na carreira, pois a progressão não vem sendo paga, mas os servidores avaliados, e a proposta de majoração do auxílio saúde para R$ 500,00, item da pauta geral da categoria, e insistentemente levantada por Michel Iorio Gonçalves, presidente da Assojubs, nas reuniões das entidades representativas com o presidente do Judiciário Bandeirante, desembargador Paulo Dimas de Bellis Mascaretti.

Por fim, foi citada a cessação do auxílio alimentação dos servidores associados no período de férias e afastamentos que é objeto de uma ação interposta pela Assojubs e que obteve importante vitória em 2ª Instância, só que a decisão ainda cabe recurso.

Atualmente, além dos 31 mil escreventes ativos, há 9.602 aposentados e quase quatro mil cargos vagos.