Ato conjunto, preparatório para a paralisação do dia 28, é realizado em Praia Grande

Com participação dos servidores do Judiciário Estadual, da Justiça do Trabalho e municipais, além de membros do movimento estudantil, foi realizado na manhã desta terça-feira, 18 de abril, um ato conjunto, seguido de passeata, na Comarca de Praia Grande, mobilização preparatória para a greve geral que ocorrerá no próximo dia 28.

O foco da manifestação promovida pelos servidores – e organizada pela Assojubs, Sintrajus, Sintrajud e Sindicato Praia Grande – foi a indignação dos servidores ao “pacote de maldades” apresentado pelo governo de Michel Temer (PMDB), que tem em seus projetos o desmonte da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização total e irrestrita.

A concentração do ato foi à entrada do Fórum da Justiça Estadual, com as explanações iniciais. Na sequência, os servidores caminharam até o prédio da Justiça do Trabalho e encerraram em frente ao Paço Municipal. Sempre explicando para a população sobre a retirada de direitos conquistados – muitos históricos – que ocorrerá com as reformas impostas por esse governo ilegítimo e fazendo o chamado para a paralisação de 28 de abril.

“O que está acontecendo hoje em Praia Grande é um ato unificado para chamar a atenção da nossa categoria e da sociedade para o que está acontecendo no país. A gente tem que acordar hoje, pois amanhã pode ser muito tarde”, alertou Michel Iorio Gonçalves, presidente da Assojubs e coordenador geral do Sintrajus, durante uma de suas falas.

“Querem diminuir o seu salário, precarizar as relações de trabalho e que não haja garantias trabalhistas”, reforçou Gonçalves. “Dia 28 nós vamos dar uma resposta, vamos parar o país todo, de norte a sul”, acrescentou Enio Mathias, diretor do Sintrajud.

“Trabalhadores unidos, jamais serão vencidos”, bradou ao microfone Joilson Marcondes, diretor do Sindicato Praia Grande. E ele tem razão. Dia 28 de abril: VAMOS PARAR O BRASIL!

NENHUM DIREITO A MENOS. RUMO À GREVE GERAL.

Cronograma Dia 20/4: mobilização em São Vicente Ás 10h30 ato preparatório para a greve geral à entrada do Fórum Estadual da Comarca e às 11h30 na Justiça do Trabalho e Família Estadual

Dia 26/4: Assembleia Geral A partir das 19 horas, a Frente Sindical Classista da Baixada Santista, as centrais sindicais e demais sindicatos realizarão uma Assembleia Geral para discutir e definir os últimos detalhes da paralisação no auditório do Sindipetro-LP (Avenida Conselheiro Nébias, 248, Vila Mathias, Santos).

Dia 28/4: Vamos parar o Brasil! Por nenhum direito a menos! Contra o governo ilegítimo e seu golpe aos trabalhadores, contra o desmonte da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização total e irrestrita!

Outras fotos:

Clique para ampliar