Comarca de Santos: Mobilização e diálogo resultam na alteração da Portaria

A mobilização dos servidores e um diálogo aberto entre os representantes e a Diretoria do Fórum de Santos foram primordiais para se chegar ao entendimento que promoveu a alteração na Portaria Conjunta nº 01/2016, dispondo aos funcionários o acesso ao prédio pela Rua Marrey Júnior.

Tal Portaria versa acerca do impedimento aos servidores de entrar e sair do Palácio da Justiça (prédio central) pela Rua Marrey Júnior ou a Av. São Francisco, locais dos estacionamentos e somente permitidos, até a mudança, aos juízes. Para os trabalhadores, apenas o acesso principal, via escadaria.

Agora, com a alteração, os funcionários podem entrar e sair em horários específicos: entre 8h30 e 11h15, chegada para o expediente, e das 17 às 19, período de encerramento dos turnos de trabalho.

Durante o impasse, três discussões com o juiz diretor do Fórum, Carlos Eduardo Andrade Sampaio, foram realizadas. No intuito de amenizar a questão, a Assojubs e o Sintrajus propuseram deixar apenas a Rua Marrey Júnior para o acesso. Mas, quando feita a consulta entre os juízes, a sugestão não foi aceita inicialmente.

Em resposta, os servidores, com apoio da Assojubs e do Sintrajus, fizeram dois protestos. Os atos aconteceram nos dias 20 e 25 de abril justamente à entrada pela Rua Marrey Júnior, local agora disponível ao acesso dos trabalhadores.

No decorrer das tratativas os representantes reforçaram a necessidade de uma solução para o caso. No último encontro, em 27 de abril, Sampaio afirmou que analisaria mais uma vez o caso e retomaria as conversas com os demais juízes.

O diálogo entre todas as partes envolvidas foi eficaz, juntamente com a mobilização dos servidores, resultando na Portaria Conjunta 02/2016 (clique aqui para ver o documento).