Em resposta à Assojubs/Sintrajus, TJ cancela atrasos e possibilita a reposição das horas aos servido

Em resposta ao ofício protocolado pela Assojubs, Sintrajus e AASPTJ-SP em 4 de maio, referente ao dia da greve geral (28/4), o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) cancelou os atrasos e possibilitou a reposição das horas não trabalhadas até o fim do mês (31/5) aos servidores das comarcas da Baixada Santista: Bertioga, Cubatão, Guarujá, Itanhaém, Mongaguá, Peruíbe, Praia Grande, Santos e São Vicente.

Por correspondência eletrônica o TJ-SP informou ainda que fica facultado ao servidor o uso de horas de compensação, cujo controle será a cargo dos dirigentes das comarcas e que as mesmas já foram cientificadas.

Ofício Encaminhado