Escrevente, participe na quarta (9/12), às 19 horas, do debate: “Precisamos falar sobre trabalho rem


🔊 Clique para ouvir o texto

Com a pandemia, da noite para o dia, o trabalho remoto se tornou realidade na vida de quem trabalha no Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP) e tudo indica que veio para ficar. Regras e condições instituídas numa situação atípica e emergencial estão se consolidando. Mas o que pensam os trabalhadores?

Despesas com a aquisição de equipamentos adequados, mobília, internet, energia. Horários irregulares de trabalho, metas, elevação dos níveis de assédio moral e adoecimento, alteração do contrato de trabalho. São apenas alguns exemplos de preocupações e questionamentos que circulam entre os servidores.

É nesse contexto que a Assojubs, o Sintrajus e o Sindjesp estão organizando a atividade “Escrevente, precisamos falar sobre trabalho remoto” com um especialista e pesquisador que trará um panorama sobre o Trabalho Remoto, algumas reflexões e desdobramentos. A exposição que ele fará, servirá de base para iniciar esse debate de uma forma mais organizada e sistematizada, ouvindo, opinando e estruturando um programa para regulamentação do Trabalho Remoto, com o ponto de vista dos trabalhadores, em especial escreventes.


➡️