Frente Parlamentar e de entidades contra a Reforma da Previdência é lançada na Alesp

Na manhã desta segunda-feira, 24 de abril, Assojubs e Sintrajus estiveram presentes no Plenário Franco Montoro da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (Alesp) para o Lançamento da Frente Parlamentar e de entidades contra a Reforma da Previdência, Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 287/2016.


De iniciativa do deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL), o evento reuniu parlamentares, representantes do funcionalismo e de diferentes segmentos da classe trabalhadora. As diversas explanações também se mostraram contrárias à reforma trabalhista e a terceirização total e irrestrita.

Os muitos discursos dos presentes ao lançamento da Frente Parlamentar fizeram referências ao Governo de Michel Temer (PMDB), tido como ilegítimo para aprovar quaisquer tipos de projetos, principalmente no que diz respeito aos trabalhadores.


“Apenas 5% da população aprova esse governo. 94% é contra a reforma da Previdência e 80% é contra a reforma trabalhista. Quem esse governo representa?”, questionou o deputado federal Ivan Valente (PSOL) em sua fala, lembrando que a resposta deve vir da base na próxima sexta-feira, 28 de abril, dia de greve geral, quando todos devem paralisar para mostrar seu inconformismo e insatisfação.

“Além das reformas, estão usando os servidores públicos como ‘bodes expiatórios’, pois, na lógica privatizante da eficiência, estão jogando o funcionalismo contra os trabalhadores”, ressaltou Valente, lembrando da jogada midiática que coloca os servidores públicos como os culpados pelo chamado “rombo da Previdência”.


“Estamos buscando aqui a unidade dos trabalhadores, tanto do serviço público como da iniciativa privada. Temos que tirar aquele corporativismo que está dentro da gente. Não temos que ser contra a reforma da Previdência apenas para tirar o nosso setor e não olhar para a conjuntura como um todo. A gente tem que barrar a reforma da Previdência contra todos os trabalhadores” argumentou Michel Iorio Gonçalves, presidente da Assojubs e do Sintrajus.

A Assojubs esteve representada ainda por Regina Helena Assis, secretária geral, Eliana Maria dos Santos e Thiago Kumasaka Matsumoto, diretores regionais da Barra Funda.



Assembleia Geral Devido ao indicativo do dia 5 de maio para uma nova Assembleia Estadual estar muito próximo da greve geral de 28 de abril, as entidades, ao final do lançamento da Frente Parlamentar, deliberaram, de forma unânime, adiar para a primeira quinzena de junho tal realização.

Além disso, já estão marcadas reuniões das comissões de trabalho e paritárias no período entre 26 de abril e 11 de maio. Na sequência, os dirigentes irão cobrar do Tribunal de Justiça a resposta da pauta de reivindicações da Campanha Salarial 2017.

NENHUM DIREITO A MENOS, RUMO À GREVE GERAL!

Cronograma Dia 25/4: mobilização em Cubatão Às 12 horas ato preparatório para a greve geral à entrada do Fórum Estadual da Comarca

Dia 26/4: Assembleia Geral A partir das 19 horas, a Frente Sindical Classista da Baixada Santista, as centrais sindicais e demais sindicatos realizarão uma Assembleia Geral para discutir e definir os últimos detalhes da paralisação no auditório do Sindipetro-LP (Avenida Conselheiro Nébias, 248, Vila Mathias, Santos).

Dia 28/4: Vamos parar o Brasil! Por nenhum direito a menos! Contra o governo ilegítimo e seu golpe aos trabalhadores, contra o desmonte da Previdência, a reforma trabalhista e a terceirização total e irrestrita!