GESTÃO 2022/2023/2024: Diretoria eleita da Assojubs toma posse



Na noite desta quarta-feira, 15 de dezembro, a Diretoria eleita da Assojubs para o próximo triênio (2022/2023/2024) da associação tomou posse em uma solenidade na sede de Santos.


A ocasião registrou a saída de dirigentes como Regina Helena Assis, Claudia Damião Lopes de Almeida, Catarina Lutfi Morgado, Fernanda Copelli Vilas Boas de Almeida, José Carlos dos Santos, Fabio Gomes Ribeiro, Diva Vieira de Camargo e Thiago Clemente do Amaral, presentes nas últimas gestões da Assojubs, marcadas por ataques vorazes ao funcionalismo e pela pandemia (Covid-19), que mudou completamente as formas de avançar na luta e manter a resistência.


Mesmo deixando os cargos na Diretoria, os servidores seguem atuando na defesa dos direitos dos trabalhadores, mantendo o apoio e auxílio às demandas da associação e da categoria.


Adélson, presente! Lembrado durante a solenidade, Adélson Pereira Gaspar, falecido no fim de novembro, foi peça fundamental para a trajetória e crescimento da Assojubs. Sua dedicação à associação se mostrou em diferentes gestões das quais fez parte, sempre combativo e trazendo conhecimento e experiência sobre a parte administrativa e sindical aos dirigentes iniciantes.


Não há Assojubs sem Adelson. Nosso eterno reconhecimento e gratidão ao trabalho realizado por ele, que tanto contribuiu para que a associação pudesse chegar aos 33 anos de existência.


A nova formação A Diretoria empossada é formada por Sidnei Dalla Marta Fernandes (presidente), Luiz Tadeu Milito (vice-presidente), Mariana de Almeida Pecci Maddalena (secretária geral), Tiago Heldo Pitombeira Junior (1º secretário), Michel Iorio Gonçalves (tesoureiro), Maria Lúcia Carvalho Damy (1ª tesoureira), Odair de Paula Conceição (jurídico), Nilton Carlos Virtuoso Filho (comunicação), Vera Maria da Silva Barboza (convênios), Eduardo Alexandre Teixeira Requejo (esportes), Cintia Farias Tavares (organização política e sindical), Mario José Dos Santos (planejamento e infraestrutura), Sandra Aparecida Guimarães (social e cultural), José Roberto Moraes Júnior (1º suplente) e Ana Paula Hachich de Souza (2ª suplente).