top of page

Quartas de luta: Com apoio da Assojubs e Sintrajus, servidores de Praia Grande promovem mobilização

Na tarde desta quarta-feira, 13 de abril, em uma ação pela Campanha Salarial 2016, os servidores atenderam à convocação para trabalharem vestidos com peças na cor preta e promoverem discussões em suas unidades cartorárias e prédios. Na Baixada Santista, a mobilização teve início com a Comarca de Praia Grande.

A realização dos atos e do uso de peças na cor preta pelos judiciários durante o expediente forense, simbolizando o luto da categoria, são uma deliberação da última Assembleia Estadual, ocorrida em 8 de abril. Ficou definido também que na Capital os servidores marcariam presença na sessão do Órgão Pleno do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP).Com apoio da Assojubs e do Sintrajus, os judiciários permaneceram à entrada do Fórum em uma manifestação de repúdio ao não cumprimento integral da data-base da categoria, a defasagem salarial acumulada de 20,94% desde 2002 e a retirada de direitos por conta do Projeto de Lei Complementar (PLP) 257/2016, enviado ao Congresso em regime de urgência, que prevê a retirada de direitos do funcionalismo.

“Não podemos aceitar que não nos paguem nem a inflação dos últimos 12 meses, o que foi corroído de nossos salários. Agora a briga vai ser pelos 20,94%”, reforçou o representante que parabenizou a Comarca pela expressiva participação na Assembleia, explicando que por esse motivo o primeiro ato das quartas-feiras de luto na Baixada Santista foi realizado no fórum.Mesmo não autorizado o uso da caixa de som, os trabalhadores seguiram com o protesto. Michel Iorio Gonçalves, presidente da Assojubs e coordenador geral do Sintrajus, lembrou a importância da mobilização da categoria, uma demonstração de disposição para a luta, pois o objetivo é incomodar o Tribunal para que pague o percentual da complementação, 4%, da reposição salarial da categoria – a Presidência anunciou o índice de 7,08%, mas, de acordo com o INPC, Índice Nacional de Preço ao Consumidor, o percentual é 11,08%.

Servidor da Comarca de Praia Grande, José Valdomiro Pereira da Silva lembrou que as muitas vitórias da categoria são por causa dos movimentos grevistas e outras mobilizações dos servidores: “É sempre assim, brigamos hoje para conquistar amanhã. Temos que persistir!”.Claudia Damião Lopes de Almeida, 1ª secretária da Assojubs, lembrou que à época da batalha pela aprovação do Projeto de Lei Complementar (PLC) 56/2013, sobre o requisito de nível universitário para o ingresso no cargo de oficial de justiça, os servidores da função também trajavam preto para identificar a luta na Assembleia Legislativa (Alesp): “A mobilização precisa ter uma marca, por isso foi feito o chamado e devemos nos manter usando a cor e demonstrar nossa insatisfação”.

Cronograma 20 de abril, 13 horas – Comarca de São Vicente 27 de abril, 13 horas – Comarca de Cubatão 4 de maio, 13 horas e 14 horas – Comarcas de Itanhaém e Mongaguá 11 de maio, 13 horas – Comarca de Santos

Comments


bottom of page