REUNIÃO DE ESCREVENTES: Estudo sobre o custeio do home office em outras categorias é apresentado

Na manhã de sábado, 28 de agosto, foi realizada mais uma reunião específica de escreventes, de forma virtual, por aplicativo, cujo foco foi a apresentação do estudo, elaborado pelo Dieese (Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos) por meio de um convênio com a Assojubs, sobre o custeio do home office em outras categorias.


O material desenvolvido pelo Dieese é um estudo inicial e traz um compilado de informações sobre o teletrabalho em diferentes áreas, posteriormente podendo ser utilizado para uma análise específica acerca do trabalho remoto no judiciário. O conteúdo demonstra os destaques nas negociações coletivas sobre reembolso e ajuda de custo no home office.


As discussões do movimento dos escreventes são mensais, no intuito de promover o debate sobre as demandas pertinentes à carreira (a maior dentro do Judiciário Paulista, com mais de 43 mil funcionários), como o trabalho remoto, implementado pelo Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) no ano passado, conforme a instituição da quarentena pelo Governo do Estado em razão da pandemia por Covid-19, já regulamentado e sem qualquer tipo de ressarcimento dos gastos.

A próxima reunião de escreventes será em 2 de outubro (sábado) às 10 horas.


Confira o material do Dieese: