top of page

CAMPANHA SALARIAL 2024: A mobilização continua!

A mobilização pela Campanha Salarial 2024 continua! No sábado, 25 de maio, aconteceu, no formato virtual, a quarta Assembleia Geral dos/as Judiciários/as, com participação de servidores/as das comarcas do Interior, Baixada Santista e fóruns da Capital.


ASSEMBLEIA GERAL DOS/AS JUDICIÁRIOS EM 25 DE MAIO

Deliberações

As principais deliberações da Assembleia Geral foram as seguintes:


1 - Continuidade da Campanha Salarial, pois a maioria dos itens da pauta prioritária de reivindicações não foram atendidos em sua totalidade.

 

2 - Continuidade das Quartas de Lutas, com mobilizações nas comarcas

Com debates e esclarecimentos sobre a Campanha Salarial. Enfatizar informações sobre o pagamento da dívida salarial do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP), índice de 24,19%, o Nível Superior para escreventes, pagamento dos 40% das/os assistentes sociais e psicólogos/as, contra o desconto dos 10% nas diligências dos/as oficiais de justiça, retomada e marcação das reuniões das 10 Comissões Paritárias (apenas as de Assédio Moral, Acessibilidade e Remoção foram realizadas tratativas).  

          

3 - Preparação para um movimento grevista em 2025

Iniciar uma Campanha específica de convencimento e defesa da necessidade de deflagração da greve para o próximo ano. Relembrar as conquistas obtidas nos movimentos passados, debater e colocar no horizonte a importância da greve como a forma forte de luta.

Elaborar boletim para esclarecer a categoria sobre a Campanha, a greve, as péssimas condições de trabalho e de crítica social ao sistema capitalista.


MICHEL IORIO, TESOUREIRO DA ASSOJUBS

Outras propostas aprovadas

Também foram aprovadas, por aclamação, as propostas:

 

- Encaminhar um ofício ao Tribunal de Justiça para cobrar nova reunião de negociação, a qual foi anunciada pela Presidência para junho.

 

- Solicitar explicações e devolução dos equipamentos retirados dos/as colegas em trabalho remoto.


- Organização por Local de Trabalho dos/as judiciários/as: Que as entidades e o Comando de Mobilização façam ações e contatos para conseguir, pelo menos, um representante por fórum para participar do Comando de Mobilização.

 

- Iniciar o debate sobre a questão do reajuste no salário base, o qual está congelado (depende do TJ e de Projeto de Lei na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo). 


LUIZ MILITO, VICE-PRESIDENTE DA ASSOJUBS

Calendário de luta

1 - 27/5, 19 horas, Reunião Geral de Escreventes e apoiadores/as sobre o Nível Superior


2 - 29/5, 15 horas, Audiência Pública na Assembleia Legislativa (Alesp) sobre o Orçamento 2025


3 - 3/6, Dia dos/as Escreventes

  • Atos e reuniões nos fóruns do Estado

  • Ato às 12 horas em frente ao Fórum João Mendes (SP)

  • Ato Solene em homenagem aos/as Escreventes na Alesp, às 18h30, no Auditório Tiradentes (iniciativa do deputado Carlos Giannazi)


4 - Quartas de Luta nos fóruns: Dias 29/5, 5/6, 12/6, 19/6 e 26/06.

- Ida ao Palácio da Justiça (SP), às 13 horas, presença na sessão do Órgão Especial.

 

Commentaires


bottom of page