top of page

12%: Magistratura tem subsídio majorado; servidores/as aguardam posicionamento sobre a reposição

Enquanto os pensamentos estavam totalmente voltados para o feriado de Carnaval e os festejos da folia, o Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) aproveitou o momento para divulgar no Diário da Justiça Eletrônico (DJE) a majoração do subsídio da magistratura em 12%. E os/as servidores/as aguardam um posicionamento sobre a reposição salarial.


Para a magistratura, o cumprimento da Constituição Federal é rápido e em dia. Ao funcionalismo, só com negociação exaustiva, reivindicação, pressão e mobilização para conseguir o mínimo de direitos garantidos.


A defasagem acumulada da categoria, desde 2002, está estimada, para março, em 28,78%, de acordo com o estudo do DIEESE (Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos). Esse índice é o necessário para recompor o nosso poder de compra, pois 1/3 dos salários estão corroídos e a cada três meses deixamos um salário para o Tribunal.


A exigência é cada vez maior dentro do TJSP, que impõe metas e aumento de produtividade ao quadro funcional reduzido e sem remuneração condizente. A sobrecarga de trabalho implica, em muitos casos, no assédio moral e a consequência é o adoecimento dos/as servidores/as.


Se somente com a luta é que conseguiremos avançar, resistir é a única opção.


Assembleia Geral em 24/2

E um novo passo da luta já está marcado! Dia 24 de fevereiro, a partir das 10 horas, haverá a nossa Assembleia Geral! A presença de todos/as é fundamental para definir rumos e ações da Campanha Salarial 2024! Participe!


コメント


bottom of page