Manifesto: Somos todos escreventes!

Escreventes do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo: nível universitário já!

SOMOS TODOS ESCREVENTES!

Somos mais de 30 mil. A maior carreira do Judiciário Estadual e a mais esquecida pelas gestões no maior Tribunal de Justiça do mundo. É o Escrevente que tem “fé-pública”. Além de atender ao público e aos advogados, lida com todos os processos de forma direta, faz a emissão de mandados de busca ou ofícios, prepara todo o expediente diário, e faz todo o acompanhamento da situação e preparação de cada processo. Ou seja, é o coração da produção jurisdicional do Tribunal.

Hoje, os que ingressam e os que já se encontram nesta carreira necessitam de habilidades acima do exigido em sua seleção por concurso público: conhecimento em relações públicas, jurídicos e legislativo. Dados do próprio Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo mostram que mais de 95% da categoria já possui o Nível Universitário: é uma realidade que se torna exigível para os próximos concursos.

O N.U. será para todos os Escreventes, comissionados, inclusive aos aposentados e pensionistas. É a contraprestação devida àqueles que exercem a função imprescindível para que juízes e desembargadores possam prestar a jurisdição e solucionar os conflitos.

No Plano de Cargos e Carreiras, a referência nº 5 dos Escreventes é uma das mais baixas! Chegou a hora de igualar a outras funções tão importantes para o tribunal e reconhecidas por ele.

Escreventes do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo: NÍVEL UNIVERSITÁRIO JÁ!!!!.

Assojubs – Sintrajus – Assetj – Pública Central do Servidor – Sindjesp – Fespesp – Aecoesp – Affopre – AASPSI – AASPTJ-SP