top of page

Representantes reúnem-se para deliberar andamento das comissões de trabalho junto ao TJ

Em razão da inércia do Tribunal de Justiça, a Assojubs, Sintrajus e demais entidades representativas dos servidores do Judiciário Estadual estiveram reunidas na manhã desta terça-feira, 5 de julho, na Capital, para deliberar sobre a efetiva implementação das comissões de trabalho, grupos já formados e cuja relação já foi encaminhada pelos dirigentes ao TJ.


 Dos itens elencados na pauta reivindicatória, os representantes debateram que alguns assuntos podem ser direcionados às tratativas com o TJ nessas comissões de trabalho que são 11, com presença da Assojubs/Sintrajus em todas: Instituto da Remoção, Plano de Cargos e Carreiras e Instituto da Progressão, Insalubridade, Área da Saúde, Transformação dos Agentes, Nível Universitário Para os Escreventes, Orçamento e Finanças (implantação do Nível Universitário para os oficias de justiça e reenquadramento da gratificação dos assistentes sociais e psicólogos), Assédio Moral, Horas Credoras, Adicional de Qualificação e Orçamento de Priorização do Primeiro Grau.

Ficou acertado que a Comissão de Orçamento e Finanças é a prioritária e requer andamento mais rápido, pois envolve a complementação dos 4% do índice de reposição salarial pago pelo TJ, que foi de 7,08% – segundo os estudos do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o percentual correto é 11,08% – e a majoração do auxílio saúde para R$ 500,00, pedido esse reiterado repetidas vezes pela Assojubs e que consta da pauta de reivindicações.

Ao final da reunião, foi protocolada oficialmente a filiação da Assojubs à Federação das Entidades de Servidores Públicos do Estado de São Paulo (Fespesp), da qual já fazem parte algumas representatividades do Judiciário como Assetj, AASPTJ-SP, Aecoesp, Affi, Aojesp, Apatej ASJCOESP e Assojuris, bem como associações dos diferentes segmentos do funcionalismo.

Comments


bottom of page