Reunião do Núcleo dos Escreventes da Assojubs em Cubatão

Com a finalidade de discutir sobre os próximos passos da campanha pelo nível universitário como forma de valorização da carreira do escrevente técnico judiciário, na manhã desta quinta-feira, 18 de outubro, aconteceu uma reunião do Núcleo da Assojubs na Comarca de Cubatão.

Michel Iorio Gonçalves, presidente da Assojubs e coordenador geral do Sintrajus, falou aos servidores das respostas encaminhadas pela Presidência do Tribunal de Justiça, por meio de ofícios, aos itens da pauta de reivindicações da categoria e a negativa de novas reuniões do Órgão com os representantes.

O dirigente reforçou que é necessário dar continuidade à campanha pelo nível universitário aos escreventes, que significa um aumento real a todos, inclusive para os aposentados. Frisou que os 16,38% de projeção da reposição para 2019 aos magistrados (percentual contido na peça orçamentária) deveria ser igual para os servidores já que ambas categorias são fundamentais para a máquina judiciária funcionar.

Além dessa distinção entre servidores e magistrados, o representante lembrou dos pagamentos devidos pelo Tribunal à categoria, como os índices de 4,77% da reposição de 2010 (não aplicados de março a novembro) e 1,5% de 2011 (não aplicados de março a agosto)e a reivindicação por um auxílio saúde no valor de R$ $800,00.

Foi explicado que há a data indicativa de 7 de novembro para um ato em defesa do nível universitário aos escreventes, com distribuição da “Carta aos Escreventes” e paralisação das atividades durante o protesto. E que essa proposta será apresentada na tratativa com as entidades visando a unidade da categoria.

Núcleo dos Escrevente nas Comarcas Nesta sexta-feira (19/10), serão realizadas reuniões do Núcleo dos Escreventes da Assojubs em São Vicente, às 11 horas, e em Praia Grande, às 14 horas. E no dia 22 de outubro, segunda-feira, às 10h30 acontecerá na Comarca de Mongaguá e 11 horas em Itanhaém. Dia 23 de outubro, terça-feira, 11 horas em Peruíbe e  14 horas em Itariri.

Carta aos Escreventes: divulgue, compartilhe! Também foi falado da importância de promover a divulgação da Carta aos Escreventes Técnicos Judiciários, seja por meio eletrônico ou impresso.